quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Dia Sinistro

    Ontem, depois do almoço, eu estava  "de saco cheio", tremenda "nhaca", sem vontade de fazer nada...quer dizer, eu queria era ir para minha casa dormir.
    O movimento na agência não estava ajudando: devagar demais...
    Então eu realmente desejei que acontecesse alguma coisa para eu acordar: Quem sabe uma avalanche de clientes ou uma tempestade de ligações telefônicas...
     Meia hora depois, recebi a informação de que haveria uma troca de mesas - troca das mesas velhas por novas- e portanto nós deveriamos recolher nossas coisas  para fazer a mudança...tudo isso em pleno horário de atendimento.
    Acordei !!!
    Mas meu desejo foi realmente forte, então o sistema caiu geral ! E aí começou a tempestade de ligações de clientes que não conseguiam pagar as contas pela internet...Enchurrada de fax com essas contas  para a gente pagar. CONCLUSÃO: Depois que o sistema voltou, tínhamos um pouco mais de 1 hora para fazer tudo o que não fizemos a tarde toda.
    E o dia voou ! (Como eu queria !)
    Se tudo isso parece sinistro...Sinistro mesmo foi a noite !
    APAGÃO GERAL ! O Brasil ficou às escuras !
    Para quem tem criança pequena e depende do rádio-relógio para acordar, a noite foi angustiante !

Enfim,  hoje é um outro dia !
Fiquem em paz!



  
 
    
  

3 comentários:

tsqc disse...

... por isso muito cuidado com seus desejos, principalmente quando eles podem voltar contra si mesmo!!! O mundo é cheio de magia Sobrenatural...
Your wishes com true really!!!

Ieda disse...

Mas eu achei bom que o meu desejo se realizou !
Quanto ao apagão...Isso não fazia parte do meu desejo.
Eu desejo todo dia ganhar na loteria, mas esse desejo não se realiza tão fácil...

***GrAzI disse...

Então quer dizer que seu pensamento que contribuiu para a queda do nosso sistema ontem, heim? rsrsrrs...
Brincadeiras a parte foi bem angustiante a queda do sistema ontem num horário crucial para resolver as coisas!
Apagão aqui não teve... a luz só piscou!
Beijos!!

Postar um comentário