sexta-feira, 19 de junho de 2009

O que é meu,é meu. O que é seu, é nosso!

   Ontem à noite, o Marcão comprou 2 caixinhas de balinhas Tic Tac para as meninas. Logo após o jantar as duas começaram a comer: A Fernanda uma atrás da outra e a Natália mais balançava a caixinha do que propriamente comia.
  Hoje pela manhã, a Fernanda pegou a caixinha com as poucas balas que sobraram para levar à escola e a Natália  começou a chorar que queria a dela, mas nós não achávamos. Tentamos convencer a Fê a dividir , mas...nada feito: "- Eu vou ficar com pouco !"
  Uma chorando,  a outra contestando e as duas me seguindo, enquanto eu procurava as balas :O dia começou animado !
  Achei ! - Finalmente, gritou o Marcão.
  As balas "salvadoras" estavam ao lado do computador.
  Felicidade para a Natália, desespero para a Fernanda que constatou que a caixinha dela tinha muito menos que a da irmã...
  Mas, o mundo é dos espertos ! E em matéria de esperteza, tenho que tirar o chapéu para a Fernanda:
  - Naná, vamos juntar tudo e dividir ?
  E lá estavam todas as balas no chão sendo divididas uma para cada uma !

 Fiquem em paz !

2 comentários:

tsqc disse...

Acho que como educadora, deveria ter mediado a situação e mostrado que nem sempre a esperteza leva a melhor. Ser inteligente é com certeza melhor que ser esperto!

Iedalândia disse...

Olha só quem diz... A criança mais egoísta que eu conheci! Que tinha atitudes tão ou mais "espertas" do que a Fernanda...Aliás irmãos mais velhos "aproveitarem" da inocência dos irmãos mais novos deve ser atitude transmitida geneticamente...

Postar um comentário